dez 14, 2016 - câmara dos deputados    2 Comments

Semaninha difícil

Essa semana que passou foi um Deus nos acuda. Tudo deu errado. Afe! Muitas perseguições políticas no partido. Foi muito difícil. Esse ativismo judiciário está preocupante, com esses pré-julgamentos, sem condenação. Tem sido difícil, mesmo! No sábado, tivemos o lançamento oficial do Movimento Podemos, o Brasil inteiro convidado. Foi uma prévia do nosso reposicionamento partidário, explanando o que é o nosso movimento. Foi maravilhoso, mais de 1.300 pessoas no auditório Elis Regina, no Anhembi, mas, acreditem, cinco minutos antes de começar essa festa da democracia, falhou tudo. Um vírus no computador estragou o grande espetáculo que a gente tinha organizado, com telão de 180 graus, com tudo digital. Gente, isso é zica, não é possível, é olho gordo! Que semaninha, viu! E ainda com todos esses escândalos políticos. Estou muito preocupada com o futuro do País. Preciso ser muito sincera com vocês, não sei o que vai acontecer, mas estou bem preocupada. Quem é político está com vergonha de ser político, mesmo os sérios, que fazem seu trabalho com lisura e transparência. Isso só afasta o ingresso de mais gente na política, gente do bem. Cria um desgaste enorme. E pra piorar, essa descrença pode nos levar a um governo totalitário a qualquer momento. No avião, vim lendo o calhamaço da Reforma da Previdência e, ao desembarcar, ainda no aeroporto, li num jornal a notícia que dava a entender que o trabalhador precisaria contribuir por 49 anos para ter direito à aposentadoria. Não é nada disso, 49 anos é o teto da aposentadoria. Parece que o intuito nesse tipo de informação é o de confundir, denegrir e de criticar sempre, porque é isso que repercute, que vira notícia. Olha, nós precisamos repensar, reaprender a discutir, ter muita cautela, muita tolerância, porque não sei aonde o nosso Brasil vai parar. Isso tudo me preocupa muito.

podemos-pre-lancamento

Apesar do problema técnico, movimento Podemos teve aprovação 100%

Post sugeridos

2 Comentário

  • As consequências das irresponsabilidades estão aí, estão á vista, só nos resta apertar os cintos.
    O que o país precisa nesse momento é de gente que a gente creia, que acredita.
    Falta liderança!
    Não haverá milagre, sem a transformação na politica.
    Os desarranjos na economia e na politica, foram longe demais.
    Erraram demais, embasados nas crenças e esperança.
    Dá muita preguiça e tristeza, passar os olhos nos jornais pela manhã e, ver as noticias politicas.
    A verdade é que não fizeram a lição de casa, a lista do que faltou fazer quando seria mais fácil, é muito grande.
    Começamos pelo óbvio, a crise é moral.

  • Nós sabemos exatamente o que é a reforma da previdênica. E sabemos qual será o seu voto também. Vossa excelência votará ao lado dos conservadores, como fez no dia 27 de maio de 2015; 7 de Julho de 2015; 17 de abril de 2016; 10 de outubro de 2016;, 25 de outubro de 2016 e em inúmeras outras votações. Tenho acompanhado o seu trabalho semanalmente e você está ao lado das grandes corporações bancárias, das empresas gigantes e da imprensa nacional. Até hoje eu nunca vi a vossa excelência votar em nada que pudesse contrariar os interesses dos bancos, das empresas e da mídia. Seu voto é previsível deputada. Muito previsível. Muito mesmo.

Deixe seu comentário!