maio 5, 2017 - câmara dos deputados    No Comments

Nem esse nem nenhum outro

A Comissão da Reforma Política, da qual sou membro titular, se reuniu dias atrás com os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para falar sobre o assunto. Na frente deles, todo mundo foi muito cordato, falando com entusiasmo que a lista fechada é a única solução e bla bla bla. Mas, mal saímos de lá e alguns já mudaram o discurso, dizendo “não voto em lista fechada”, “sou contra isso, sou contra aquilo”. Eu, que tenho boa interlocução com a maioria dos deputados, por causa do trabalho nacional de articulação que resultou no crescimento do nosso partido, conheço bem a cabeça de cada um, e, cá entre nós, lista fechada é algo bem difícil de passar na Câmara. O importante é entender que numa Reforma Política não existe fechamento de questão, não adiantar falar com o líder do partido para conseguir o consenso. Quando está em jogo a sobrevivência na política, os parlamentares não vão seguir o partido, então, é um a um pra saber se algo vai passar, é preciso falar com cada um. O deputado Marcelo de Castro, que foi relator da última Reforma, sempre faz uma pesquisa para saber qual o sistema eleitoral mais aceito pelos deputados. Ele chama essa pesquisa de ‘Marcelo Previ’. E o menos aceito pelo Parlamento é o atual, mas também não há maioria por nenhum outro sistema. Ou seja, não gostamos do atual, mas também não queremos nenhum outro.

tse

Post sugeridos

Deixe seu comentário!