mar 16, 2019 - câmara dos deputados    No Comments

Podemos reage à decisão do STF

A bancada do Podemos, por meio dos deputados federais Roberto de Lucena e Igor Timo, agiu rápido e foi a primeira a protocolar um projeto de lei (PL 1520/2019) para tentar reverter a decisão do STF que, por 6 votos a 5, passa para a Justiça Eleitoral a competência de julgar os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro quando investigados junto com caixa 2. Gente, isso pode afetar e muito a Lava Jato. Pelo menos 160 condenações correm o risco de serem anuladas, segundo procuradores da Força Tarefa, se for mantida a decisão da Suprema Corte. Isso sem falar em outros processos em andamento que podem voltar à estaca zero. Portanto, a decisão do STF não pode ser recebida de forma passiva pelo Congresso nem pela sociedade brasileira. Isso é retrocesso! Por isso, o Podemos, como sempre, agiu rápido para que a vontade do povo seja respeitada, ou seja, crimes diretamente relacionados ao processo eleitoral devem ser da alçada da Justiça Eleitoral; crimes do colarinho branco devem ser processados e julgados pela Justiça comum. O Brasil avançou nos últimos anos. Não vamos permitir que o país retroceda um milímetro no combate à corrupção.

 

 

Post sugeridos

Deixe seu comentário!