abr 13, 2015 - câmara dos deputados    2 Comments

Plaquinha pronta na mesa

Não canso de rir de uma situação comum no Congresso: eleição para candidato único. O ápice foi na escolha do presidente da Comissão do Supersimples, que é uma comissão especial. Tendo um só candidato concorrendo, a gente precisou votar, em vez de aclamar o indicado. No caso da Supersimples, quando terminou a eleição, a plaquinha dele, de presidente, já estava pronta. E gravada. A dele e a do relator (rsrs). Só rindo mesmo. Terminada a votação, 15 segundos depois a plaquinha já estava ali na mesa.

Post sugeridos

2 Comentário

  • Meu nome é Carlos Otavio da Silva. Boa noite, deputada federal. Estamos aguardando sua presença em nossa associação, onde voce compareceu na última visita em Guarulhos, acompanhada do secretario João Darcio e foi muito bem recebida. As mães estão cobrando sua visita.

  • É a hipocrisia imperando, com um protocolo idiota e desnecessário até no Legislativo, em detrimento do procedimento simples e objetivo. Tempo gasto à toa, que poderia agilizar as votações de outros assuntos, possivelmente mais importantes!

Deixe seu comentário!