abr 14, 2015 - câmara dos deputados    2 Comments

Momentos de lazer raríssimos

A volta de Brasília é sempre cansativa. Toda vez que vejo as agendas dos fins de semana parece que não tem luz no fim do túnel. Sinto falta daqueles momentos tranquilos,  com os meus filhos, sem nenhuma preocupação. Os meus momentos de lazer hoje são raríssimos. Sexta-feira fiz agenda em Praia Grande e Bertioga. Fui agradecer os votos nessas cidades, rever nossos presidentes municipais e palestrar sobre a Reforma Política para a população. Domingo, a agenda foi intensa. É que até outubro temos que filiar todos os candidatos para a eleição do ano que vem. E estamos focados em fazer vereadores na Capital e no máximo de cidades possíveis. Então, até outubro, o nosso trabalho de articulação é intenso. É convencer um a um que nosso projeto é a melhor opção. Foi bem cansativo, mas estou feliz com as adesões. Não tenho dúvidas que faremos bastantes vereadores, principalmente na Capital. Sou a favor da unificação das eleições justamente por isso. Mal acaba uma eleição e começa outra. Como o prazo de filiação termina um ano antes das eleições acaba que passamos este ano organizando a eleição do ano que vem. Isso atrapalha o mandato. Seria muito bom ter paz para trabalharmos estes quatro anos com ainda mais dedicação. Além disso, já tem muito deputado em campanha para prefeito na sua cidade. Isso é muito ruim para nosso País. O elegemos para ser deputado, mas esse projeto foi um trampolim para o seu projeto principal, que é a prefeitura. Isso atrapalha muito os trabalhos na Câmara dos Deputados. A unificação das eleições acabaria com isso. O cidadão que se eleger deputado o será pelos quatro anos de mandato, assim como o prefeito, o vereador e etc.

Post sugeridos

2 Comentário

  • Acredito que o eleito para determinados cargos deveria, por lei, cumprir seu mandato pelo tempo integral e não ter o direito de interromper o período para o qual foi creditado pelo voto do povo.

  • Eu também sou a favor do projeto de unificação das eleições, não dá para ter eleições de dois em dois anos. É muito gasto e muito desgastante para a população.

Deixe seu comentário!