mar 16, 2015 - câmara dos deputados    No Comments

Meu velhinho caolho

Meu pessoal fica rindo de mim por causa do carro que uso para os deslocamentos em Brasília. Estou sempre pegando carona com meus assessores. Um deles tem um Gol velho, branco (na realidade, amarelado pela ação do tempo) e farol queimado. Quem me conhece sabe que eu não ligo pra esse negócio de automóvel. Quando estamos na chapelaria do Congresso, esperando meu carro sair da garagem, e de lá surgem aqueles carrões importados, todos estilosos, lataria brilhando, cheirinho de novo, minha equipe não se segura e cai na gargalhada. É que no meio desse desfile de ‘máquinas’, surge o meu Golzinho, velhinho e caolho.

Post sugeridos

Deixe seu comentário!