fev 12, 2015 - câmara dos deputados    No Comments

Um dia mágico, muito especial

Sabe aquele dia em que tudo dá certo, muito certo? Aquele dia em que você se sente extremamente feliz por todas as coisas que aconteceram, justamente porque elas foram por demais positivas? Pois bem, esse dia foi 10 de fevereiro de 2015. Jamais me esquecerei dessa data. Tudo foi perfeito demais.

Consegui a titularidade na comissão especial da Reforma Política. E numa condição maravilhosa: com a bandeira que defendo há muitos anos, que é a de representar os pequenos partidos e lutar por uma democracia mais justa, mais igualitária para todos os candidatos. É muito raro um partido pequeno conseguir titularidade em comissões tão importantes como esta, a da Reforma Política.

Teve muita gente dizendo que uma andorinha sozinha não faz verão. De tanto lutar, conseguimos a nossa titularidade e representar os pequenos partidos e as minorias como um todo (os novatos, as mulheres), que não teriam voz no Congresso não fosse a nossa união, a nossa luta, a nossa dedicação.

Em meu primeiro pronunciamento à comissão (http://goo.gl/z0IgJC ), manifestei-me com o coração, falando das coisas que sempre defendi e que fizeram parte de minha monografia na pós-graduação em Direito Eleitoral. Tudo o que defendi na monografia, hoje, como deputada, posso defender no Congresso e ter a chance de que as mudanças que todos nós queremos se concretizem para, enfim, mudar o rumo da democracia deste país.

Não bastasse esse momento de explosão de felicidade, veio mais uma conquista, com a aprovação do Orçamento Impositivo. Agora não dependemos do Poder Executivo para liberar nossos recursos. Conquista nossa, dos prefeitos, dos vereadores, dos munícipes. Passaremos a ter mais liberdade para fazer as coisas aconteceram aqui. Isso dá muito mais independência para o Congresso.

Post sugeridos

Deixe seu comentário!