Tagged with " mais transparência"

Novos tempos chegando

novidadesO clima aqui, em Brasília, está de articulações intensas. O início do ano é o momento que muitas coisas são definidas, as comissões e quem são seus novos presidentes, os novos titulares… Eu, por exemplo, fazia parte das comissões de Ciência e Tecnologia e de Constituição, Justiça e Cidadania, então, tudo pode mudar. Os blocos também podem mudar. O PTN estava no bloco com o PRB e com alguns outros partidos pequenos. Agora é o momento que essas novas estruturas se formarão. E o clima fica ainda mais intenso nas articulações por causa da janela de transferência partidária, que deve ser promulgada hoje, dia 18. Todos os deputados estão conversando, articulando para ver se continuam em seus partidos ou não. De qualquer forma, estou muito feliz. Desde que entrei na Câmara, no dia 1 de fevereiro de 2015, nessa minha primeira legislatura, minha postura tem sido sempre de bastidores, de tentar resolver os problemas e de fazer bem o meu papel como legisladora. Nunca fui de bater, de brigar com ninguém, porque acho que isso não constrói, não dá o resultado que o povo quer e espera. Sempre falei isso aqui no blog. Por isso, acabei conquistando muitos amigos, e essa janela de transferência vai ser uma grande oportunidade para o nosso partido crescer. Tenho me dedicado muito a isso, o Brasil pede algumas mudanças no sistema político. Estou desenvolvendo uma proposta muito legal para o País e ter adesões vai ser muito importante para dar início aos novos tempos que estamos construindo para o Brasil. Muita gente boa vem chegando. Aguardem!!!

Vem coisa boa por aí

Quero compartilhar com vocês um pouquinho de filosofia. Nessas férias eu pensei muito sobre essa questão dos partidos, a crise política. Isso me fez refletir muito durante o recesso parlamentar. Como sabem, sou líder partidária e eu acho que o Brasil está vivendo uma grande revolução. Estamos passando por um momento único. Tenho estudado o que está acontecendo no mundo e estou muito entusiasmada para propor um projeto de mudança radical em nosso País. Um projeto, tenho certeza, que vai melhorar a representatividade dos nossos governantes e que vai envolver a participação do cidadão. Tenho estudado muito um reposicionamento, a criação de um movimento dentro do nosso partido para falar com nossas gerações. Voltei cheia de ideias e acho que a gente vai dar muito trabalho. Muitos deputados adoraram o projeto e querem participar. Em breve teremos uma alternativa muito boa de construção de um futuro melhor para o nosso País.

Diário está na boca do povo

Fui dar entrevista na TV Câmara. Eu não sabia que a assessoria de imprensa tinha marcado, então, fui toda mal vestida. Quando cheguei ao estúdio para fazer a maquiagem, o produtor da TV, o Tiago, começou a opinar na minha roupa. “Você está opinando bem, estou até desconfiada”, eu disse, me divertindo com ele.  E o Tiago, de bate-pronto, falou: “Não vai colocar isso no blog, hein?” Então, eu estou postando, que é para deixar registrado que o Tiago escolhe muito bem as roupas dos entrevistados. Valeu, Tiago!

Por falar em blog, após a divulgação deste diário na imprensa, agora os deputados não querem nem tirar foto comigo. “Não, isso vai pro blog”, argumentam. Hahahaha. Tudo o que eu pergunto, eles saem rapidinho com essa: “Não, não vou falar nada com você. Você vai colocar no blog” Claro que eles estão brincando, obviamente.

E hoje, na Revista Veja, o blog Diário de uma Deputada Federal também foi notícia. Vocês viram? Muito legal!

blog1

Transparência é pôr a cara a tapa

Como tem feriado nesta semana, o presidente da Câmara antecipou as sessões para segunda-feira, justamente para economizar, já que as passagens aéreas na quinta-feira, véspera de feriado, são mais caras. Imagine mais de 500 deputados voltando para suas casas. Então, estava chegando aqui e me surpreendi com a notícia deste meu blog na Folha de S.Paulo. Foi muito legal a repercussão, o pessoal gostou, mas sempre têm aqueles comentários dos que odeiam política e xingam políticos por serem políticos. Isso é uma coisa que entristece muito, pois colocam nós, políticos, como farinha do mesmo saco. Muitos falaram “como ela tem tempo para fazer isso?”. Explicando: eu gravo esse diário quando eu chego em casa, após o término dos trabalhos parlamentares na Câmara. Gravo em 30 segundos, 1 minuto no máximo, no áudio do celular e depois minha assessoria transcreve para o blog. Rapidinho. Não custa nada prestar contas do nosso mandato. Pedem transparência e reclamam de todos os políticos. Xingam por xingar. Sabe, é muito triste mesmo. Ser revolucionário neste País não é só ir pra Paulista e fazer um selfie, é participar, é concorrer, é chegar aqui e botar a cara a tapa. Hoje em dia, basta anunciar que é candidato e já é considerado bandido. Enquanto a gente não valorizar e estimular que pessoas do bem a participarem do cenário político, vai ser cada vez mais difícil trazer para essas pessoas do bem para dentro da política. Precisamos repensar nossos posicionamentos e valorizar as pessoas boas e criticar as ruins.

 

Páginas:«1234