Ruim de baliza? Eu?

O Lauro, meu motorista amado, fica cuidando do meu filho Rafinha, 5 anos, enquanto eu toco minhas reuniões pelo Interior de São Paulo. Resolvi, então, dar uma folga de volante pra ele e eu peguei na direção. Só porque estacionei o carro tortinho, com um pneu em cima da calçada, minha equipe passou o dia me zoando. Pô, gente, fazia tempo que eu não dirigia (snif, snif).

Post sugeridos

Deixe seu comentário!