nov 27, 2015 - câmara dos deputados    5 Comments

Que a Justiça prevaleça, sempre

senado delcidio

Senado votou pela manutenção da prisão

Esta semana em Brasília não preciso nem escrever como está, né? Era para ter sessão do Congresso, mas foi cancelada por causa da prisão do senador Delcídio do Amaral e pela votação favorável do Senado à ordem do Supremo para prendê-lo. O clima está terrível por aqui, ninguém sabe para onde a gente vai, o que vai acontecer. As reuniões das comissões foram praticamente canceladas por causa desse episódio. Apesar de ser muito ruim para a classe política e para o Brasil também, acredito que estamos vivendo um avanço democrático. Muito errado o que vem acontecendo, com alguns usando de seus cargos públicos para fazer negócios obscuros, fazer dinheiro, esquecendo o bem maior de estarmos no Congresso. Entretanto, creio que os mais recentes episódios farão com que essa parcela que se desvia de suas funções repense e passe a temer a Justiça. O Brasil precisa passar por isso. A situação é drástica, mas começamos a ver a luz no fim do túnel. Ontem, conversava com o deputado Irajá Abreu, filho da ministra Kátia Abreu, a quem levei um livro da Família Abreu e, como também sou Abreu, costumo chamá-lo de primo. Falávamos sobre esse momento no qual ninguém mais acredita nos políticos, o PIB está caindo, a inflação subindo, desemprego aumentando, empresários e executivos das maiores empreiteiras do País presos, fazendo com que as empresas estejam ameaçadas de falência, colocando em risco milhares de empregos. Olha que complicado. Sinceramente, é muito difícil esse período que o Brasil atravessa, mas acho que estamos vivendo um momento de transição, em que a gente tem de ter cautela, torcer e orar muito, para que no final tudo dê certo. Fico feliz que começamos a combater a impunidade e que a Justiça está sendo feita. Agora, esses políticos têm de tomar vergonha na cara, porque foram eles que, roubando e extorquindo, acabaram fazendo com que os bons políticos sejam considerados farinha do mesmo saco, ofendidos e chamados de bandidos. Que a Justiça prevaleça e seja feita sempre. Para o bem de todos, para o bem do Brasil!

Post sugeridos

5 Comentário

  • Deputada Renata Abreu,

    Com a descrença institucionalizada, creio que só foi possível a manutenção da prisão deste sujeito, por conta da votação ABERTA.
    Nada mais pode ser votado as “escondidas”, precisamos saber o que nosso representante anda fazendo, pois sendo um SERVIDOR do PÚBLICO, tem obrigação sim de dar satisfações aos seus eleitores.
    O que aconteceu, alimenta nossa esperança de justiça, de um país melhor.

  • Agora, um país de esperança:

    Vejo tudo que está acontecendo com um sentimento de alegria e tristeza, tristeza por ter acontecido com um senador da republica, que tem plenas consciências dos seus atos, sabe o que é certo e errado, alegria porque isso leva a um caminho de esperança para a nação brasileira, nunca imaginei que isso acontecesse de prenderem um senador da república.
    O nosso país está mudando e para melhor, a esperança está aí, para todos verem, isso não é mentira não, aconteceu lá na capital federal e no Brasil.
    Viva a esperança de um país melhor!

  • O erro do senador Delcídio foi ter deixado o PSDB. Se continuasse lá, não estaria passando por isso. Enquanto a Justiça, de um modo geral, olhar apenas para um lado, tudo será em vão.

  • Bem colocado quando mencionou sobre “momento de transição”, e para complementar acredito que seja o momento da Ceifa política, onde vejo que é a separação do joio e do trigo, e bem como a mesma citação bíblica diz, os joios estão sendo separados nessa ocasião devido a ceifa (colheita daquilo que planou de ruim), e fico na torcida para que a Câmara seja um celeiro apenas com trigo (bons políticos), como joio e o trigo são semelhantes em uma época, os eleitores realmente acham que todos são as mesmas coisas, ou seja, ” fazendo com que os bons políticos (Trigo) sejam considerados farinha do mesmo saco (joio)”.

  • Mais uma vez Parabéns pelo lindo e verdadeiro pronunciamento, é isso que o povo quer.

Deixe seu comentário!