nov 12, 2016 - câmara dos deputados    2 Comments

Presença interesseira

Eu sempre falo para vocês que quando a imprensa divulga aquelas matérias sobre frequência no Congresso, principalmente sobre quem é o mais presente, isso não significa nada. Dias atrás vi um deputado registrando sua presença em todas as comissões. Aqui, cabe um parêntese para explicação: cada parlamentar faz parte de duas comissões permanentes, uma como titular e outra como suplente. As comissões são órgãos integrados por deputados, com composição partidária proporcional à da Câmara, que podem ter caráter permanente ou temporário. A permanente integra a estrutura institucional da Casa, e a temporária (ou especial) é criada para apreciar um projeto específico, para investigação ou para missão oficial. Bom, voltando ao deputado, ele marca presença em todas, só pode ser para bater recorde de assiduidade, só pode ser pra aparecer nos jornais, vai saber… É a mesma coisa que um aluno que responde chamada, mas não presta atenção na aula, não participa de nada, não se interessa por nada. Tá lá apenas para responder presença. E tem gente que leva a sério esses rankings de lista de presença.

Post sugeridos

2 Comentário

  • Concordo que registrar presença não significa ser atuante, ou mesmo útil. No entanto, o principal desses rankings é demonstrar os faltosos, os gazeteiros. E, convenhamos, ainda são muitos.

    O trabalhador comum tem talvez 240 dias de trabalho por ano. Parlamentares têm METADE disso de sessões num ano. E, ainda assim, falta-se muito.

    Nosso insuspeito Paulo Maluf, por exemplo, faltou à maioria.

  • Deputada, a má ação fica para quem faz.
    A senhora está no meio politico, mas convenhamos. é diferenciada.
    O que não se deve é generalizar as coisas.
    Nunca tive um partido politico, mas agora sou PTN.
    Não sei se tem políticos desse partido em Minas, ou mesmo o partido, mas o que manda na vida é a reta intenção.
    Vendo a intenção e a direção do partido, vesti a camisa do PTN.
    A senhora me fez vestir essa camisa.

Deixe seu comentário!