maio 7, 2015 - câmara dos deputados    6 Comments

Petrodólares, samba, protestos

Quarta-feira no plenário foi muito intenso e tenso. A discussão era longa, sobre aquele debate que eu fiz no post de ontem, a MP do seguro desemprego. A briga era grande, era a CUT, a Força Sindical, tinha de tudo. Jogaram petrodólares no plenário, réplicas de notas com fotos da Dilma, do Lula e do Vaccari, fizeram panelaço no final da votação, PSDB gritando “PT pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”. Teve samba, teve de tudo, viu! A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) foi defender algumas questões, um outro se exaltou, começou uma briga, quase se atracaram ali no meio, sem contar as agressões verbais. Outro parlamentar, Alberto Fraga (DEM-DF), falou ao microfone que “mulher que bate como homem tem de apanhar igual a homem”. Aí virou um furdunço. A bancada feminina se uniu, revoltada com essas palavras, e protestou cantando “a violência contra a mulher não é o Brasil que a gente quer”. Apesar de cenas tão horríveis, houve um lado engraçado: para não perder o decoro parlamentar, as ofensas eram do tipo ‘vossa excelência é um bandido’ (hahahaha). No fim, a Jandira subiu à tribuna para defender as mulheres e fez um discurso bem emocionante. Disse que eles (homens) não tinham noção do que é fazer a renúncia do lar e dos filhos para estar ali, no Congresso, e que não aceitava as ofensas dirigidas às mulheres presentes no plenário. Foi bem emocionante. Todo plenário ficou de pé e a aplaudiu. E, no fim, a sessão se encaminhou para a 1ª votação do pacote fiscal do governo, que terminou com a aprovação da medida provisória 665, que estabelece aumento do tempo de trabalho para requisição do seguro desemprego de 6 para 12 meses. Foram 252 votos pelo ‘sim’, 227 pelo ‘não’ e 1 abstenção.

'Dinheiro' jogado pelo público que estava na galeria...

‘Dinheiro’ jogado pelo público que estava na galeria…

... forrou o chão do plenário durante a votação

… forrou o chão do plenário durante a votação

Post sugeridos

6 Comentário

  • Acho que deveria haver pelo menos três candidatos para concorrer ao STF. Os três serem sabatinados, e dai escolher o melhor, sem influências de partidos políticos.

  • Fiquei sabendo do blog ao ler uma revista.. Lerei posteromente e farei minhas considerações.

  • Samba do criolo doido e casa da mãe joana. Parece que este será o novo nome. O que nos falta é político bem educado e que respeite as opiniões contrárias às suas e que respeite as mulheres que, com certeza e como bem disse a deputada, deixam seus lares em prol de um projeto nacional.

  • Parabéns, deputada, pela iniciativa de transparência e esclarecimento à população sobre o que se passa no Congresso. Não sou eleitora do seu Estado, mas estou fazendo questão de acompanhar suas postagens com muito interesse. Simples. claras e objetivas, nos esclarecem muito além das imagens repetitivas e empoladas de qualquer TV do Congresso ou mesmo da mídia especializada!

    Realmente, sensacional! Fiquei sua fã!

    • Estou com voce!!!!

  • Tomara que chegue logo a votação para o #IMPEACHMENT DA DILMA”.

    Motivos:

    1. Infração a Lei de Responsbilidade Fiscal (famosas Pedaladas)
    2. Gestão Temerária. Como pode um Conselho de Administração DILAPIDAR o patrimônio público e ainda sim continuar no Governo?? Ela foi NEGLIGENTE, OMISSA, no mínimo, para assim consolidar um projeto NEFASTO de perpetuação do seu partido (que espero que seja extinto chamado PT).

    Um abraço

    Marcelo

Deixe seu comentário!