out 17, 2016 - câmara dos deputados    No Comments

Objeto voador não identificado

geladeira-voadora

Tirando o pequeno incidente no bar (veja post abaixo), as ações nas comunidades da Capital foram super legais. Como disse, gosto de estar presente, é uma troca de energia intensa, sempre saio desses locais revigorada para continuar lutando por dias melhores para essas pessoas, que necessitam tanto de afeto e de atenção. A gente vê cada coisa. É triste isso, porque São Paulo é definido como um Estado rico, mas não tem muitas políticas públicas que atendam a essa gente. É sempre muito difícil conseguir algo que os beneficie. Esgoto a céu aberto, córregos imundos correndo pelo meio da comunidade e afetando as moradias com erosão, lixo amontoado e coleta pública precária. Aliás, conversava sobre isso com moradores de uma casa quando percebi a sombra de um vulto que se mexia atrás de mim. Tomei o maior susto (risos). Olhei direito e vi que era uma geladeira, sendo puxada para o imóvel do andar de cima por uma corda, e tendo ainda uma mão segurando o cabo de um rodo, que servia de alavanca pra impulsionar a carga. A foto acima é a prova de algo inimaginável. Só pela imagem duvido que alguém saberia num primeiro momento o que era esse objeto voador não identificado, né?

Post sugeridos

Deixe seu comentário!