out 17, 2016 - câmara dos deputados    No Comments

Lição de moral

dia-das-criancasForam dias intensos, mas muito gratificantes. Para quem não sabe, eu presidi por muito tempo o Centro de Tradições Nordestinas, uma ONG fundada há 25 anos pelo meu pai na Zona Norte, que, além de cuidar da preservação e divulgação da cultura do Nordeste, realiza série de ações sociais pelas comunidades de São Paulo. Um trabalho que eu gosto muito, tanto que, apesar dos inúmeros compromissos políticos como deputada federal, dou um jeito de estar presente sempre que possível nessas ações. E como tivemos o Dia das Crianças, percorremos os núcleos habitacionais levando brinquedos e brincadeiras para a garotada. Um dia de festa, com a equipe do CTN se vestindo de personagens de contos infantis e transformando a magia da ficção em realidade. Num dos locais, um homem, que havia bebido um pouco demais e estava sentado numa mesa de bar, se aproximou e disparou: “E aí, deputada, vai pagar um engradado de cerveja pra gente?”. Não tive dúvidas, pois sou bocuda pra caramba, e respondi de bate-pronto: “Olha, eu aprendi na minha casa que quem paga é o homem. Então, vou pegar um refrigerante e você paga, tá?”. Nem preciso escrever a cara do sujeito, com todo mundo rindo dele. Achou que iria peitar um político e ficar por isso mesmo, mas acabou sendo satirizado e desmoralizado perante a comunidade. Tomou uma lição de moral. Péssimo o hábito de alguns de acharem que político tem a obrigação de dar tudo o que pedem. É isso que estraga o País, viu!

dia-das-criancas1

Post sugeridos

Deixe seu comentário!