maio 30, 2015 - câmara dos deputados    1 Comment

Jogo de xadrez

Agora, encerrada esta semana tensa de votação da Reforma Política, eu posso concluir que política é arte dos acordos, articulações e traições. Quem conseguir compor esses itens da melhor forma consegue, efetivamente, promover alguma coisa aqui dentro. Na crença, na batalha, a gente tem condições de conquistar várias coisas nesta Casa, bastam empenho, dedicação e paixão naquilo que faz. Quando se coloca a paixão acima de qualquer outro interesse, aí, sim, a coisa acontece. É preciso também ter inteligência para abrir mão de coisas que você prega, que defende, por uma outra que você considera mais importante. É um jogo de xadrez. Tem de ter inteligência para jogar esse jogo, do contrário, vai para o buraco.

 

Post sugeridos

1 Comentário

  • É nisto, que para mim se confunde política com politicagem!
    Se todos tivessem o bom senso e honestamente vissem o que é melhor para o povo e não para os partidos(sim, porque aqui neste país 95% dos votos não são para partidos,mas para pessoas.) não precisaria ter este jogo de xadrez.Estou errado?

Deixe seu comentário!