maio 29, 2015 - câmara dos deputados    2 Comments

Dia de fortes emoções

Dia indescritível foi a quinta-feira. Queria que fosse contado não só por mim, mas pelo Franz, Bruno, Thiago, da minha equipe parlamentar, e por todos que estavam no plenário. Acabei de chegar em casa, em São Paulo, e estou devorando um pote de chocolate, porque, vou falar uma coisa, a gente quase enfarta no Congresso. A pauta era Coincidência de Eleições, Tempo de Mandato e Cota de Mulheres, e, do nada, começou uma briga, suspendeu-se a votação e apareceu para votação Fim das Coligações e Cláusula de Desempenho. Pronto, falei “é golpe!”. Entrei em pânico, porque eu tinha preparado vídeos, panfletos, feito todo um trabalho voltado a esses dois temas, que só seriam votados na semana que vem. Acelerei a distribuição dos panfletos, intensifiquei o corpo a corpo, pedindo voto a cada deputado presente no plenário. Foi tenso demais, demais, demais, mas conseguimos. A primeira vitória foi com a rejeição ao fim das coligações. Nossa, vibrei muito. A segunda vitória viria na sequência.

Post sugeridos

2 Comentário

Deixe seu comentário!