jul 13, 2015 - câmara dos deputados    3 Comments

Deturpando o texto

Olha, a gente sofre ataques injustamente. Tenho sido massacrada porque um site divulgou um projeto de lei de minha autoria de forma completamente diferente do texto que protocolei. Um absurdo! O meu projeto é para beneficiar a população. Hoje têm muitas entidades que firmam convênio com o poder público para executar determinados objetos, como, por exemplo, desenvolver um polo de beleza, oferecendo cursos gratuitos à população, recebendo recursos exclusivos para esse trabalho. O que tem acontecido com certa frequência é a Justiça fazer a penhora financeira de entidade que tenha dívida ou estiver envolvida em ação trabalhista, bloqueando, inclusive, o dinheiro destinado à execução do convênio firmado com poder público.  Então, fiz um projeto de lei para tornar impenhoráveis esses recursos públicos que estão com os conveniados, ou seja, trata-se de uma proteção para que projetos sociais não sejam mais prejudicados e interrompidos. Ai, vem esse portal da web e escreve que o meu projeto era para tornar impenhoráveis todos os recursos financeiros das entidades devedoras, ou seja, nada a ver com meu projeto. Ai, todo mundo começou a me xingar, mas não foi nada disso que apresentei em meu projeto. Olha, vou falar uma coisa, são tamanhas as injustiças que a gente tem de engolir tremendo sapos de vez em quando. Poxa, não é isso que está escrito no meu projeto. Não é isso! Vamos ler com mais atenção, pessoal, para não divulgar errado.

Post sugeridos

3 Comentário

  • Renata,
    Entendo seu racional, mas não seria o caso de impedir a realização de convênios com empresas que tenham problemas que ensejaram penhora deste tipo? Ou já há esta restrição e o intuito do seu projeto é garantir que o eventual “último” convênio realizado seja executado?
    Será que na prática a empresa nestas condições vai executar de fato ou vai se apropriar do recurso para cobrir outros passivos (ou sua conta-corrente?).

    Infelizmente, no Brasil, honestos não são a maioria. Principalmente aqueles que se sujeitam a lidar com o governo, que sabidamente não é um bom pagador. Isso só é comprovado pelas muitas denúncias que aparecem contra ONGs dos mais variados setores.

    • Realmente, são poucos os momentos em que vemos deputados, políticos e pessoas relacionadas ao governo falando desta forma, são pessoas assim que deveriam estar à frente do governo. São pessoas assim que nos mostram que ainda existem pessoas honestas e dignas na política, poucas, mas existem.

  • A interpretação errada de projetos deve acontecer devido à fama que os Deputados e políticos desse País possuem. O que se esquece que sempre há exceções. Seu blog nos mostra isso.

Deixe seu comentário!