dez 15, 2015 - câmara dos deputados    8 Comments

Crise atinge Papai Noel

papai noelEstes finais de semana de dezembro estão sendo muito intensos. Eu gosto de ir às comunidades de São Paulo, para distribuir brinquedos, mas a crise pegou até o Papai Noel. A calça dele rasgou, tadinho! Não importa, as crianças ficaram muito felizes, e é isso que nos motiva a continuar fazendo esse trabalho social tão gratificante. O triste é que não há um fim de semana livre para ficar só com meus filhos, então, tenho levado os dois às agendas, o que é muito importante, porque eles aprendem o que é doar um pouquinho. Alegrar a vida dessas crianças é, realmente, maravilhoso. Numa dessas comunidades, uma menininha, aliás, uma sobrevivente, pois já fez seis cirurgias, me deu um ramalhete e falou assim: “Cuida das nossas crianças”. Não aguentei e cai no choro. Muito bonitinha. Realmente, precisamos cuidar das nossas crianças, a pureza delas é que nos dá a esperança que o Brasil vai melhorar!

natal menina

Emocionada com o pedido dessa menininha, que me entregou flores

 

 

 

 

Post sugeridos

8 Comentário

  • Bom seria, se todos os dias o clima natalino tomasse conta das pessoas. Mudanças, desarmamento emocional, flexibilidade, solidariedade, sensibilidade, empatia e amor são os frutos que a época do Natal faz nascer. Quem está pronto para colhe-los?

  • Final de ano, fazendo um balanço de tudo que aconteceu no país esse ano, seja na politica, no futebol, chego a seguinte conclusão; Óbvio, que não queria que muitas dessas coisas que aconteceram, acontecessem, mas prefiro viver num país onde todos esses fatos vem a tona, do que num país onde tudo é escondido e não pode ser divulgado.
    Temos vistos muitas coisas acontecendo que imaginavam que aconteciam, mas que ficavam debaixo do tapete, não eram divulgados.
    Parece que estamos saindo de uma mentira para uma verdade, onde é bem melhor para se viver.
    Prefiro a verdade dos fatos do que a mentira.
    Um país onde a verdade impera, as pessoas vão pensar duas vezes antes de optar pela mentira!
    Meu saudoso sempre nos falava; “Se o velhaco soubesse o quanto ele perde com sua velhacaria, por velhacaria deixava de ser velhaco”

  • “É isso aí”, para ouvir e relaxar!

    Desenhar internamente a predisposição para relaxar e ouvir uma grande música para esperar as festas de final de ano.
    Recomendo uma música; Ana Carolina e Seu Jorge; “É isso aí” (The Blower Daughter)
    Feliz Natal e um Ano Novo de Saúde e Alegrias.

  • Fora do tema mas atualíssimo.
    Escrevi aqui que se o Cunha se mandasse para o PSDB, nada lhe aconteceria. Batata!!

  • Pelo menos uma coisa está patente nesses últimos acontecimentos, o país é outro, nunca imaginei que iria ver isso.
    O cerco está fechando!

  • Já que estamos falando de festas natalinas, gostaria de desejar a todos que frequentam esse blog, aos assessores da deputada, a digníssima deputada, aos familiares dela, aos deputados que compõe a câmara, “um feliz natal e um ano de 2016 de muita saúde e paz”.
    Que todos os problemas brasileiros sejam bem resolvidos para a felicidade geral da nação e da grandeza do nosso país.
    São os meus votos!

  • Meu saudoso pai sempre nos dizia, observam bem as pessoas que se emocionam diante de um fato, de muita sensibilidade, essas pessoas tem o espirito elevado, são pessoas de bom coração, são pessoas que por terem espirito superior, nos ensina muito.
    Realmente ele estava coberto de razão, essas pessoas são muito especiais.

  • Esse período que antecede o natal é impar, as pessoas mudam, os espíritos ficam desarmados, as pessoas ficam mais flexíveis, mais amáveis com as outras, mais solidárias, a sensibilidade aflora, etc.
    Acho magnifico isso, mas porque esse espirito não impera o ano todo nas pessoas, porque só o natal nos faz melhor, mais gente, mais humano, com mais amor no coração.
    Óbvio, que não estou falando sobre a sua obra, que faz todos os anos aí em São Paulo com as crianças, sensacional isso que faz com muito amor, não é isso, estou falando no computo geral, no nosso dia a dia das pessoas e parece que isso acontece no mundo todo.
    Na empresa que trabalhei, já faz muitos anos, falei sobre essa questão numa reunião de confraternização de natal, fui muito aplaudido pelos colaboradores da empresa, mas depois que passou as festas natalinas, quase perdi o emprego.
    Falei do porque tratam bem os funcionários só nesse período, porque esse espirito não se repete todos os meses do ano.
    Sempre achei que deveria prevalecer esse espirito natalino todos os meses do ano.

Deixe seu comentário!