Browsing "câmara dos deputados"

Zuzinha é nosso!

Não falei que o Podemos só tem atraído gente boa? Pois é, Mario Covas Neto, o Zuzinha, vereador paulistano, filho do inesquecível governador de SP, deixou de ser tucano para virar Podemos! Ele vai ser senador, no lugar do Alvaro Dias, que será presidente! Gravem o que estou dizendo!

Vai que o treco pifa comigo!

Jamais uma comitiva de vereadores da Câmara Oeste da Região Metropolitana de São Paulo poderia supor o sufoco que seria entregar ofícios com pedidos de recursos federais no Ministério da Saúde. E põe sufoco nisso! Para chegar ao gabinete do ministro Ricardo Barros o acesso é pelo elevador. Vinte pessoas dentro dele e, uau, o elevador pifou. Em plena hora de almoço dos funcionários da manutenção. Ninguém para socorrê-los imediatamente. Vinte pessoas feito sardinhas em lata. Nos primeiros minutos, eles até riam da situação, mas depois… Um calor grudento e asfixiante. Alguns parlamentares passaram mal. Foram 40 minutos trancafiados até serem salvos. Passado o susto, e que susto, depois até que a gente deu boas risadas. Ah, mas após esse acontecido, eu é que não entro em elevador no Congresso na hora do almoço. Vai que o treco pifa comigo dentro!

 

‘Não sou fiel nem à minha mulher’

Uma emenda de minha autoria transformou o plenário da Câmara num caldeirão de raivosos parlamentares. Propus inserir no projeto do Vicente Cândido (PT-SP), que trata de plebiscito e subscrição eletrônica, a inclusão dos vereadores na janela de transferência partidária, que começou nesta semana. Como vocês sabem, o partido cresceu bastante e vinha recebendo questionamento sobre se os vereadores que venham a ser candidatos a deputados poderiam trocar agora de legenda. Diante dessa dúvida, resolvi redigir um texto propondo que isso fosse permitido. Nem preciso dizer que ‘incendiei’ a Casa. Foi um caos quando a emenda entrou em discussão! O PSDB ficou louco, um dos mais raivosos, só posso deduzir que estivesse com muito medo de expandir a janela para os vereadores e, cá entre nós, perder representatividade nos legislativos municipais. Gente, fidelidade não se consegue com cabresto, o político precisa querer estar no partido. Eu sou a favor da fidelidade partidária, mas houve movimentações no cenário político, com a entrada de novos partidos, o que torna necessário esse realinhamento. No meio dessa chiadeira toda, um deputado se aproximou de mim e tascou: “Não entendo, não sei o porquê desse povo querer prender os vereadores em suas legendas nesse momento. Eu não sou fiel nem à minha mulher, quanto mais ao partido.” (hahahaha)

Ops, carro errado

Tenho de admitir que estou ficando doidinha. É tanta coisa pra fazer, e o dia tem apenas 24 horas, que já nem sei onde eu entro e onde eu saio (kkkkk). Nessa correria alucinada, olhando a agenda e resolvendo coisas pelo celular, entrei num carro que não era o meu. Pior: fiz isso duas vezes num dia só. Só me toquei ao ver a cara de espanto dos dois motoristas. Que mico! (rsrs)

Conquistas femininas

E a Câmara aprovou ontem à noite, véspera do Dia Internacional da Mulher, seis projetos propostos pela bancada feminina. Passos importantes foram dados em defesa da mulher brasileira. Um deles é meu projeto 8476/17. Lembram daquele triste episódio de um homem que ejaculou numa moça dentro de um ônibus em São Paulo? Minha proposta era a revogação da ultrapassada Lei de Contravenções Penais e que esse tipo de crime (importunação sexual) fosse enquadrado na Lei do Estupro, com pena de reclusão de 3 a 6 anos. O meu PL acabou sendo apensado (assim como outras propostas) no Projeto de Lei 5452/16, que aumentou a pena prevista para estupro coletivo, tipificou o crime de divulgação de imagens de violência sexual e também a importunação sexual no transporte público.

Nessa sessão, presidida pela deputada Mariana Carvalho, única mulher a integrar a Mesa Diretora da Câmara, também foram aprovadas mais cinco importantes propostas: 1). manter as grávidas na escola, ampliando o tempo a que a aluna gestante tem direito a regime especial de exercícios domiciliares; 2). regulamenta a profissão de esteticista; 3). determina a notificação e o registro compulsório de dados relacionados ao câncer para permitir que seja cumprida a lei, com o início do tratamento em 60 dias; 4). perda do poder familiar de quem praticar contra cônjuge, filho ou outro descendente os crimes contra a vida ou contra a dignidade sexual e 5). criação do Comitê de Defesa da Mulher contra Assédio Moral ou Sexual na Câmara dos Deputados.

Conquistas muito importantes para nós, mulheres. A líder da bancada feminina, Soraia Santos, em nome das mulheres parlamentares, também pediu à presidência da Casa que todo mês, de preferência no dia 8, a pauta tenha projetos em defesa da mulher a serem votados.

Recompensa em forma de gente

Amigos, como é bom, como faz bem à alma receber o apoio e o reconhecimento por onde se anda. Vou dizer uma coisa pra vocês: é preciso coragem para ser diferente e muita garra e fé para fazer a diferença. A gente se depara com cada obstáculo, lida com adversidades mil e topa com frequência com a thurma do não vai dar certo, mas, quando se acredita num projeto, a recompensa vem em forma de gente, que faz questão de te abordar, de te abraçar e dizer “estamos juntos”.  E isso vem acontecendo dia após dia por onde tenho ido, ao lado do senador Alvaro Dias, nosso presidenciável. Aconteceu no fim de semana no Litoral Sul de SP, onde foi realizado o Encontro Regional do Podemos-Baixada Santista. Andamos por Santos, Guarujá, Bertioga, Itanhaém, enfim, por onde passamos recebemos o carinho das pessoas, que fizeram questão de demonstrar apoio à nossa ‘ousadia’ de oferecer algo diferente e propor um projeto diferente de tudo o que está por aí.

Foi demais! Foi recompensador! Uma receptividade incrível, que nos dá força e entusiasmo para seguirmos em frente, buscando novos rumos para o Brasil. A cada dia, o nosso Podemos cativa mais a população porque apresenta para a disputa um presidenciável competente, acessível, aguerrido, sem rejeição e, principalmente, ficha limpa. Não tenho receio em dizer que acertamos em cheio na criação do nosso partido movimento e na escolha do melhor representante para a eleição de outubro.

 

Enfim, alguém em quem acredito!

E eu estou enlouquecendo montando em São Paulo a chapa de deputados estaduais e federais (o prazo de filiação é 7 de abril), fazendo a articulação nacional de apoio ao nosso presidenciável Alvaro Dias e, ao mesmo tempo, com a janela partidária se aproximando, muito atenta à nossa bancada e ao crescimento do partido. Um enredo que exige muito, acrescido de dois filhos pequenos, que sentem muito a minha ausência de casa! Isso me mata!😢

Mas sei que é para um bem maior, se Deus quiser! Eu gosto muito do que faço. Faço com paixão. Acho que é por isso que o partido tem crescido tanto. As pessoas sentem meu entusiasmo e minha fé diante dos desafios deste mundo novo para mim. Muitos sonham comigo, tantos outros querem sonhar a meu lado também. É gratificante ver o que muitos consideravam improvável já estar acontecendo. Quando está nos planos de Deus, nada é impossível. Por isso, eu acredito tanto no nosso projeto presidencial. O senador Alvaro Dias é, de fato, um político diferenciado e, não tenho dúvidas, fará a diferença no comando desta Nação. Ele foi o escolhido, e agradeço a Deus por estar sendo o instrumento desta missão. Alvaro vem crescendo nas pesquisas e eu acredito demais na vitória dele!

Passei muito tempo dizendo que não acreditava em ninguém, que não tinha ninguém para votar e que votava no menos pior. Agora, ter um candidato em que eu acredito é maravilhoso! Estou rodando o Brasil, levando o nome deste homem porque amo este país e não quero ver amanhã meus filhos desapontados e querendo sair do Brasil. Quero eles aqui, do meu ladinho, com uma vida digna, comendo nossa feijoada, tapioca e tomando água de coco. Quero um bom gestor, alguém experiente, limpo e honesto, que rompa com esse sistema de governança, que governe não como um projeto de poder, mas de Nação. Quero ter cada dia mais orgulho de ser brasileira e de ter ajudado a escrever as mais belas páginas da história deste País. É isso que me motiva todos os dias.

Tirando leite de pedra

Mês que vem tem a janela de transferência partidária, em que os parlamentares podem trocar de partido sem o risco de perderem o mandato. E com ela, abre-se também o balcão de negócios! Só se fala disso aqui na Câmara. Como o único recurso disponível é fundo eleitoral, então imaginem o que está acontecendo. Barganha! Cada um buscando garantir o seu quinhão para ficar onde está ou trocar de legenda. E eu, com muito suor, saliva e sola de sapato para conquistar os sonhadores (que fazem política por ideologia e não por cifrão) que ainda existem nesta Casa. O jogo é cruel! Como vocês sabem, nosso partido cresceu muito, mas o Fundo Partidário é o mesmo de quando éramos apenas 4 deputados federais. Então, estamos tirando leite de pedra. Ainda bem que sou boa de persuasão (rsrs).

Carinho do povo faz muito bem

Em São Paulo, cumpri os compromissos de mandato e de presidente nacional do Podemos previamente agendados. Um deles foi o aniversário de Osasco, onde o prefeito Rogério Lins, do nosso partido, programou uma série de atividades. Admito que foi um dia muito produtivo, mas extremamente cansativo, porque estava (ainda estou) morrendo de gripe. Só me mantive nessa jornada porque o carinho que recebi da população transformou-se em antibiótico natural contra meu mal-estar. Aguentei o tranco corporal porque foi lindo ver tanta coisa importante em andamento nessa cidade que eu amo tanto: inauguração do Espaço Mãos do Futuro, retomada das obras da nova prefeitura, início das obras de construção de duas creches, início das obras de 300 moradias populares e retomada do Programa Asfalto Novo.

Cheguei em casa extenuada e mal conseguia falar. Tomei remédio e fui direto pra cama, porque hoje cedo vim para Brasília. Outro dia de agenda cheia!

 

Seu voto, nossa decisão!

Nesta semana, pós Carnaval, retomamos os trabalhos na Casa. Tudo bem, só que convocaram uma sessão extraordinária na segunda-feira (costumeiramente, as atividades em Brasília começam na terça) para votar a intervenção federal no Rio de Janeiro. A convocação foi feita no fim de semana, mas, assim como tantos outros parlamentares, eu já tinha assumido uma série de compromissos de mandato e não poderia dar pra trás. Diante da impossibilidade de minha presença, mobilizei nossa bancada parlamentar para estar presente e garantir o quórum necessário para votação, que, aliás, foi nossa primeira e muito bem-sucedida ação de democracia direta. Convocamos a população para acessar o aplicativo do Podemos e manifestar seu voto sobre a intervenção federal no RJ. O povo atendeu ao nosso chamado: 82% opinaram favoravelmente à intervenção e 16% foram contra. E nossa bancada assim agiu em plenário, seguindo exatamente o que os brasileiros decidiram, adotando o critério da proporcionalidade com garantia da representação da minoria. Isso é o povo exercendo seu direito de participar das principais questões do Brasil. Foi muito bom mesmo!

Páginas:«1234567...74»