abr 12, 2016 - câmara dos deputados    5 Comments

Até o último minuto

Agora é pra valer! O parecer do relator da Comissão Especial, Jovair Arantes, vai ser lido hoje no plenário da Câmara. Para que o processo siga em frente, ou seja, chegue no Senado, que é a Casa que vai votar o impedimento de Dilma, são necessários 2/3 dos votos favoráveis ao encaminhamento. Se isso não ocorrer, a ação é arquivada. Amanhã, o documento do relator será publicado no jornal da Câmara e na sexta-feira começam as sessões. A previsão é que teremos três sessões na sexta, três no sábado e uma no domingo, quando, então, haverá a votação, que vai ser nominal. Ainda não está definido se a chamada será por ordem alfabética ou por região, podendo começar pela Sul ou pela Nordeste. Esses e outros detalhes serão definidos daqui a pouco, na reunião de líderes partidários com o presidente Eduardo Cunha. Muitos estão me questionando o voto do PTN na Comissão Especial. Jamais escondi de vocês que o partido estava dividido. E não só o nosso. Várias legendas encontram-se na mesma situação, mas, ao contrário delas, que na Comissão Especial optaram por anunciar a liberação da bancada, nós preferimos agir da forma mais transparente possível, anunciando o nome de cada deputado que vai votar em plenário a favor do impeachment de Dilma. Eu, como tenho dito há meses, vou votar sim. E até o último minuto antes da votação no domingo não desistirei do trabalho de convencer cada deputado contrário, independentemente de partido,  a fazer o mesmo, embora, como rege a democracia, cada um deve decidir conforme a sua consciência, responsabilizando-se por seus atos. Eu fechei com o povo e não abro mão disso!

Post sugeridos

5 Comentário

  • Faço das palavras do Latonio a minha. Acrescento abaixo a lista de CRIMES da Sra. Dilma

    1. Crimes contra a Lei Responsabilidade Fiscal: Vem cá, em casa quando gastamos mais que ganhamos temos dívidas, se não pagar perdemos bens. No caso do Governo, ela extrapolou (chutou na LUA) a LRF fazendo com que todos nós paguemos por isso SEM CONSULTAR O PARLAMENTO!!! GRAVISSIMO!!!

    2. Obstrução da Justiça: Ao nomear o Sr. Lula para a Casa Civil numa clara tentativa de livra-lo da Justiça Comum. (Vide parecer do Sr. Janot)

    3. Improbidade Administrativa: Mobilizar aparato do Governos para prestar “solidariedade” ao Lula em S.B.C – Quem você acha que pagou por isso tudo? estava na agenda? foi uma calamidade pública (chuva, deslizamento, terremoto, etc….) ??? NAO!!!

    4. Falsidade Ideológica: A Ação que tramita no TSE acusa a Sra. Dilma de esconder a REAL SITUAÇAO DO PAIS PARA GANHAR AS ELEICOES!!! ISSO EH GRAVE DEMAIS!!!

    5. Crime de Desobediencia: Apenas da Justiça ter barrado (mesmo que provisoriamente) a nomeação de Lula, ela fez o Ato ser publicado numa edição especial do D.O.U (ABSURDO!! Tapa na cara da justiça)

    Poderia elencar outros também – Caixa 2 eleitoral, Pasadena, Incitação a violência, etc….

    Enfim, o que o Latonio disse acima é a mais absoluta verdade

    Parabens RENATA ABREU pelo teu posicionamento.

  • O povo quer que a Dilma saia… Eu concordo… Mas o povo não quer que se rasgue a constituição para isso… Se for para tirar a Dilma conte comigo agora, se for a qualquer preço, só pela popularidade, não concordo.
    Tenho orgulho de nossa democracia e você está ajudando a coloca-la em risco. Estou decepcionado, me sentindo enganado. Achei realmente que vc representava uma nova geração de politicos. Mas vejo que se preoculpa com o voto. Se um dia chegar a presidência da republica agirá, se puder, como agiu a Dilma. Lutará pela eleição e não para o povo.

    • Alfredo, não caia neste papo de golpe do governo. Nenhum constituição está sendo rasgada.

      Observe que primeiro a Dilma falou que impeachment era golpe, depois que o supremo definiu o rito e ela viu que não colou a história de golpe ela mudou para impeachment sem crime é golpe.

      Ou seja, conforme ela é desmascarada ela muda o discurso para manter a militância mobilizada.

      Agora te faço uma pergunta e peço que reflita. O Governo realmente não cometeu nenhum crime?

    • Parabéns pelo raciocínio, Alfredo.

      Infelizmente é comum as pessoas, por ignorância ou má-fé, achar que democracia é pura e simplesmente o respeito à vontade da maioria. Não é isso, ou só isso.

      O estado democrático de direito busca respeitar a vontade da maioria, garantindo o respeito às minorias e às normas pre-estabelecidas.

      De fato, a postura da deputada parece bem conveniente.

Deixe seu comentário!