nov 1, 2015 - câmara dos deputados    3 Comments

Aplicativo bloqueado

Eu gosto de contar os bastidores para vocês. Tem um aplicativo, que se chama Akam, que coloca os gastos da Cota Parlamentar, que é para as despesas com combustível, passagem aérea, telefone, serviços postais, alimentação, hospedagem, participação em cursos e palestras, entre outros gastos. O valor da Cota Parlamentar é diferente para cada Estado, porque leva em consideração o preço das passagens aéreas de Brasília até a capital do Estado pelo qual o deputado foi eleito. A cota dos deputados paulistas é de R$ 36 mil. O aplicativo mostra quanto cada um já gastou, ranqueando quem gasta mais. Entretanto, já faz algum tempo que eu entro no aplicativo e não aparece nada. Aí um deputado desvendou o mistério: “Ah, isso é coisa do presidente da Casa, que deve ter bloqueado o acesso do aplicativo ao ‘banco’ de dados da Câmara” (rs). Piadinha à parte, o fato é que o Akam não mostra mais o quanto os deputados estão gastando. Isso triste, isso é ruim!

Post sugeridos

3 Comentário

  • Coincidentemente o Jornal Folha de São Paulo noticiou no dia 1/11 que 0 presidente da Câmara, Eduardo Cunha , usou parte de sua verba parlamentar para abastecer a frota de carros de luxo da Jesus.com e da C3 Produções, duas empresas que declara ter em sociedade com a mulher, a jornalista Claudia Cruz. De acordo com a matéria, os automóveis rodam no Rio e quase sempre foram abastecidos em um posto na Barra da Tijuca a pouco mais de 1 km do endereço residencial do peemedebista. O escritório político do deputado fica no centro da cidade, distante cerca de 30 km do posto.

  • Seja qual for a razão do bloqueio, não deixa de ser lamentável. Concordo que a transparência nos gastos públicos, em todos os níveis e poderes, é algo fundamental. Espero que, seja qual for a razão, seja rapidamente regularizado.

  • Triste, ruim e possivelmente ocultação de crimes.

Deixe seu comentário!