jun 27, 2016 - câmara dos deputados    4 Comments

Acordo ‘prato feito’

Às vezes acontecem algumas coisas nas comissões da Câmara que você não sabe o que está por trás. Semana passada, na Comissão de Ciência e Tecnologia, iríamos votar um requerimento do presidente Alexandre Leite (DEM-SP) para a criação de duas subcomissões: uma especial, sobre crimes cibernéticos e outra permanente, para fiscalizar a atuação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicação). O Regimento Interno da Câmara dos Deputados, em seu artigo 29, permite que cada comissão permanente constitua, sem poder decisório, subcomissões permanentes e subcomissões especiais, não podendo contar com mais de 3 subcomissões permanentes e 3 subcomissões especiais em funcionamento simultâneo. Aí, começou uma discussão entre vários deputados e o Alexandre Leite. O deputado JHC (PSB-AL), um dos que batalha, assim como eu, pela internet livre e que participou da CPI dos Crimes Cibernéticos, questionou o requerimento e o fato de Alexandre Leite não querer retirar o pedido para a aprovação dessas subcomissões, conforme era o desejo de todos, alegando que havia um acordo, selado no café da manhã da comissão. JHC disse não ter participado de acordo algum e que o local para discutir qualquer coisa era na reunião. “Não fui nesse café, porque de manhã estou na academia”, disse JHC. “Então, enquanto você está na academia, tem gente trabalhando”, rebateu Alexandre Leite.  “Não vamos aceitar acordo ‘prato feito’ num café da manhã pra chegar aqui e fazer papel de carimbador de acordo. Eu não vou chegar aqui vendido num acordo do qual eu não participei. O foro adequado é discutir na reunião”, reclamou JHC. Gente, às vezes não sabemos a real motivação de algumas discussões mais acaloradas aqui na Casa.

comissao de ciencia

 

Post sugeridos

4 Comentário

  • Parabéns, no auge da alegria e da dança, foi um brilho a mais na festa de São João.

  • Geraldo Alckmin, esse tem o meu voto, já está pronto:

    Politico de expressão nacional, abraçou a causa da democracia com entusiasmo, grande gestor público de muita atitude e liderança, muito envolvente na administração pública do estado do qual é governador, portanto, grande perfil politico.
    Com um dinamismo impressionante, vai ganhando a simpatia do povo.
    Geraldo Alckmin, meu candidato nas próximas eleições presidenciais, pelo curriculum que acumulou ao longo dos anos na politica , já está pronto.

  • Em viagem por quinze dias em uma capital brasileira, com praias maravilhosas, sob a chegada de um evento internacional, andando pela cidade em vários pontos turísticos, vi nos olhares das pessoas, perplexidade, ressentimento e medo.
    Percebi com nitidez a atitude das pessoas nas ruas e nas praias, muita apreensão, muito diferente daquele povo alegre, receptivo de antes.
    Acho que é reflexo do momento pelo qual estamos passando, onde cada um se manifesta de um jeito.
    Os semblantes das pessoas, são os termômetros, que mostram o quanto há de insatisfação com tudo isso que está acontecendo no país.

  • Fazendo uma reflexão do que ocorre na natureza, esses fatos que acontecem aí, mostram que também na politica nem tudo se perde, algo se transforma.
    É possível buscar muitas explicações para esses comportamentos, mas sejamos otimistas, deu-se um avanço na consciência dos políticos, certas questões que estão em evidência em todo país e no mundo.
    Acredito que o país vai entrar nos eixos, os maus comportamentos, vão serem julgados pela justiça e pelo povo.
    As eleições estão chegando, a resposta vai ser dada aos que tem maus comportamentos.

Deixe seu comentário!