maio 13, 2016 - câmara dos deputados    7 Comments

Achatados no pequeno salão

posse temerOntem à tarde houve o primeiro pronunciamento do presidente em exercício Michel Temer. Reservaram um salão pequeno, mas muito pequeno mesmo, pra tanta gente que foi prestigiar a solenidade. Começaram a chegar deputados, senadores, funcionários de carreiras e, lógico, o espaço não comportou essa multidão. Era para os ministros ficarem atrás do Temer, mas o palco foi invadido. Não para tumultuar o evento, é que não cabia mesmo no salão. Isso prejudicou muito o trabalho dos cinegrafistas e fotógrafos da imprensa nacional e internacional. Em determinado momento, os profissionais de imagem começaram a gritar ‘sai da frente’ para pedir a colaboração de todos, porque precisavam registrar a solenidade e, realmente, isso estava bem difícil. Foi uma loucura, cada centímetro de espaço era disputado por um mar de gente. Quem levantasse um pé por um instante já não conseguia colocá-lo de volta no chão. Eu, que sou pequenininha, fiquei bem lá trás, o pessoal entrando na minha frente, num empurra-empurra até certo ponto agressivo. Parecia vagão de trem na hora do rush. Se tem uma coisa que não faço mesmo é entrar nessas disputas por um vãozinho que seja só para aparecer na foto oficial. Tô fora!

Post sugeridos

7 Comentário

  • Uma grande alternativa é de implementar o turismo no país, dando mais segurança aos turista que vem fora e, liberando os Cassinos.

    O livro; “O rei da roleta” nos mostra da época dos Cassinos da Urca e do Quitandinha no Rio de Janeiro.
    Na hotelaria, os turistas internacionais implementavam esse setor.
    Mas com a proibição do jogo em 1946 pelo então Marechal Eurico Gaspar Dutra, muitos turistas que vinham passear e jogar aqui, diminuíram suas vindas ao país.

  • O nosso país quer e precisa mudar, o momento é agora, há sinais preocupantes na nação.
    Tem que haver uma reestruturação, tem muita gordura, está na hora de enxugar a máquina.
    Quem paga essa conta somos nós, contribuintes e consumidores, porque toda essa despesa vai para a inflação.
    Esse momento exige grandeza dos governantes!
    Sei que é o grito de uma pessoa simples de pedir grandeza, porque sinto que do jeito que está, o amanhã fica muito distante.
    É uma fotografia muito dramática ver um jovem que acaba de sair da faculdade com um diploma na mão, não ter para onde ir e desenvolver o que levou anos para aprender, para multiplicar os seus conhecimentos.
    Devido ao alto índice de desemprego, as pessoas estão perdendo a ilusão.

  • Otimista por temperamento, acho que nada vai melhorar sem uma revisão do sistema político, embora acho que é mais fácil melhorar a economia do que a politica.
    Temos uma quantidade enorme de partidos e de ministérios.
    Será que não sabem olhar isso, as conjunturas tem que sofrer mudanças, para poderem melhorar.
    A reestruturação se faz necessário nesse momento.
    Se o país mantiver no rumo atual, as futuras gerações pagarão um preço muito alto.
    A minha aposta é de acreditar que vai haver mudanças, óbvio, para melhorar, mas tudo dependerá da condução política do processo em curso.

  • Os pequenos atos que se executam são melhores que todos aqueles grandes que apenas se planejam.

    George C. Marshall

  • Não haverá milagre econômico sem transformação política.
    Não quero ser pessimista, mas o que falta nesse momento é uma reforma política.
    Nem o mercado, nem a sociedade funciona se o estado não funcionar eficazmente.
    As grande mudanças globais requer pensamentos novos.
    Vivemos um mundo novo.
    O que nos levou a essa situação foi o ar de grandeza.
    Se quisermos mudar, temos que cair na real.
    Quanto a altura, isso não diz nada; “porque são nos pequenos frascos que se encontram o melhores perfumes”.

  • Vai se acostumando.

    Se não sabem nem preparar uma simples cerimônia, imaginem o que não fazer com o Brasil.

  • Deputada queria fazer uma sugestão, não relacionada com esse post, mas só tenho o campo dos comentários pra tentar algum contato.

    O seu partido, PTN, esta cresceu bastante nos últimos meses. Acho que ainda vai crescer muito mais, e quando começar a ganhar visibilidade (e poder), vai começar a aparecer o lado negro da política.

    Lobistas vão começar a te procurar pra financiar suas campanhas em troca de votos em leis de interesses privados ou pra fraudar licitações. O PTN ainda é um partido limpo da corrupção, e se ele crescer desordenadamente tem grandes chances de perder essa “pureza”.

    O que quero sugerir é que você imponha fortes regras aos candidatos/eleitos pelo PTN. Que eles tenham ficha-limpa, que abram suas contas ao partido quando solicitado, que 80% de suas campanhas políticas sejam online. E quando quebrarem as regras, que sejam devidamente expulsos do partido.

    A justiça pode ser uma carroça, mas pelo menos a marca “PTN” eles não vão poder levar.

    Você e o PTN hoje me dão esperança de um Brasil melhor. Acho que agora é um bom momento definir essas regras e manter o PTN um partido livre de corruptos.

Deixe seu comentário!